Dicas de sobrevivência

Estas dicas de sobrevivência estão de acordo com a visão da autora que vos fala. Não me responsabilizo caso deem errado... mas ao menos garanto que estão funcionando comigo!

1- OS VIZINHOS

Ao morar sozinho, é importante tratar bem os seus vizinhos. Por quê? Para que eles tenham paciência com você, te ajudem, e se possível gostem de você. Quando eles gostam, metade do caminho está percorrida. Para começar, descubra quem são pelo menos os seus vizinhos de porta. Os que moram no mesmo andar que você. Peça um abridor de latas emprestado para um, segure a porte do elevador para outro, diga bom dia, boa noite. Segure a onda da sua música depois das dez horas, evitando o volume máximo num horário em que você também não gostaria de ouvir o som do vizinho no máximo. São regras de convivência até simples, que evitam que a coisa desande e você arranje problemas maiores para resolver.

2- OS PORTEIROS

Seja amável com eles, para que sejam com você. Valem novamente as regras de convivência, obviamente. Você precisa que os porteiros do seu prédio saibam quem você é. Eles certamente em algum momento irão receber uma encomenda quando você não estiver em casa, e cuidar dela até você chegar do trabalho. Ou vão quebrar um galho quando você precisar fazer um conserto no banheiro e para isso desligar a água toda do prédio por meia hora, por exemplo...!

3- OS PONTOS DE VENDA E OS SERVIÇOS

Conheça a sua vizinhança. Saiba onde fica a padaria, o supermercado, o açougue, a lavanderia, as farmácias, os restaurantes, o pé-sujo mais famoso do bairro. Saiba até que horas esses lugares ficam abertos, durante a semana e nos finais de semana e feriados. Tenha os telefones de bombeiros, eletricistas, gazistas, de preferência que morem perto de você e possam lhe atender em situações de urgência.

4- A PREGUIÇA

Espante-a o quanto antes. Não dá para ter preguiça morando sozinho. Roupas de mão para lavar sempre acabam acumulando em algum momento, e ir para o tanque é inevitável. Louça suja também acumula, então o melhor é lavar tudo o que sujar logo para já ficar relax. Roupa largada, toalha molhada, sapatos pelo chão - toda aquela bagunça de que sua mãe reclamava quando você morava com ela aparece muito mais quando a casa é sua, e muitas das vezes bem mais modesta que a da sua família. Então, não rola de ter preguiça de arrumar. Mãos à obra que é com você mesmo!

5- OS AMIGOS

Receber os amigos em casa estão entre os meus itens preferidos na lista do que mais comemoro por morar sozinha. Porém, isso requer um pouco de atenção. Se os amigos vão na sua casa, não espere que vão faxiná-la depois. Nem recolher copos e tal. Amigos amigos, arrumações de casa à parte. Então, é bom ficar atento se for chamá-los no meio da semana, quando você acabará acumulando trezentas coisas para fazer além do trabalho e das obrigações normais do dia a dia. Correlacionando este item ao número 1 desta página, lembre-se mais uma vez dos vizinhos também: se os amigos estiverem desrespeitando as regras da boa convivência, você precisa chamar a atenção deles. Afinal, foi você quem ralou para achar aquele apê, e é você que não ser expulso ou odiado por tudo quanto é morador, né não?!




Nenhum comentário:

Postar um comentário